quarta-feira, 25 de junho de 2014

Passaporte Europeu de Competências em Hotelaria e Restauração

 
Passaporte Europeu de Competências permite aos trabalhadores e empregadores superar as barreiras linguísticas e comparar as qualificações dos trabalhadores do setor da hotelaria, a fim de facilitar o recrutamento. Alojado no portal europeu da mobilidade profissional EURES, o passaporte está disponível em todas as línguas oficiais da UE. No futuro, o passaporte será alargado a outros setores.
Facilitar a mobilidade aos candidatos a emprego
Esta nova ferramenta multilíngue do Portal EURES permite aos candidatos a emprego criar um passaporte de competências pessoal, selecionando as habilitações que possuem da lista apresentada – por exemplo, na secção de cozinha, na receção e acolhimento ou a providenciar serviços de táxi. É preciso associar cada uma das competências às experiências de trabalho ou formação onde a mesma foi adquirida, podendo, a título opcional, ser atestada por anteriores empregadores ou por meio de diplomas.
As competências selecionadas são automaticamente traduzidas para as línguas europeias desejadas. Desta forma, os candidatos que complementam o seu CV com o passaporte de competências têm a certeza de que os empregadores compreendem exatamente aquilo que fizeram e aprenderam durante as suas experiências de trabalho e formação anteriores.
Ajudar os empregadores a encontrar trabalhadores qualificados
Selecionando as competências que procuram, os empregadores obtêm uma lista de passaportes de competências e de CV de toda a Europa correspondentes, com uma seleção extremamente diversificada de candidatos que satisfazem, com o máximo rigor possível, os critérios da função indicados.
Em contrapartida, os empregadores que valorizam o trabalho realizado pelos empregados podem ajudá-los a ter mais oportunidades no mercado de trabalho, confirmando as competências que os mesmos adquiriram ao seu serviço. O Passaporte de Competências em Hotelaria e Restauração torna-se, assim, a forma moderna da carta de recomendação: simples, em linha e de utilização muito mais abrangente.
O Passaporte de Competências é uma iniciativa da EURES e da Comissão Europeia em associação com a HOTREC (a confederação de associações nacionais de hotelaria, restauração, cafés e estabelecimentos similares da Europa) e a EFFAT (a Federação Europeia de Sindicatos dos setores da Alimentação, Agricultura e Turismo).

quinta-feira, 12 de junho de 2014

Projecto CaBuReRa - chamada para participantes e sessão informativa no dia 17 de Junho


A ANJE Algarve, em conjunto com um grupo de parceiros de mais 5 países - Grécia, Itália, Jordânia, Líbano e Palestina, encontra-se a desenvolver o Projecto CaBuReRa - Capacity Building Relay Race, financiado pelo ENPI CBC Mediterranean Sea Basin Programme.

Este projecto, com duração prevista para 2 anos, pretende reduzir o desemprego jovem na região do Mediterrâneo, através da mobilidade juvenil e da formação profissionalizante.



O nível alarmante de desemprego registado na zona do Mediterrâneo e as dificuldades de correspondência entre os perfis candidatos e as necessidades organizacionais levaram os 6 países a unir-se ao abrigo deste programa de emprego e educação à escala internacional. Com uma aposta vincada na mobilidade juvenil e na formação profissional, o CaBuReRa vai possibilitar uma experiência de mobilidade profissional a noventa jovens dentro dos países parceiros. No raio de acção do projecto enquadra-se ainda o reforço das redes de colaboração entre as margens do Mediterrâneo, através da actuação junto das organizações da Sociedade Civil.


A primeira etapa de mobilidade vai decorrer durante os meses de Setembro a Dezembro e irá envolver 30 jovens trabalhadores, 5 de cada país, que terão a possibilidade de integrar uma organização parceira do programa e desenvolver competências na elaboração e gestão de projectos para a zona do Mediterrâneo. Na segunda etapa serão 10 jovens de cada país em situação de desemprego, para um total de 60, que irão iniciar a mobilidade com o acompanhamento dos jovens que participaram na primeira etapa.


A ANJE encontra-se então a fazer a primeira Call for Participants, ou seja, a recrutar 5 jovens da região do Algarve para integrar o grupo inicial que irá, numa primeira fase, dar início ao processo da mobilidade e integrar uma organização na Palestina, no Líbano ou na Jordânia, durante 4 meses. Numa segunda fase, após o regresso, cada um destes 5 jovens irá servir de mentor/tutor a novo grupo de jovens, desta vez em situação de desemprego, e que irá também passar pela experiencia da mobilidade, na mesma instituição em que o respectivo mentor/tutor colaborou.


A fim de apresentar todas as informações e esclarecer quaisquer questões, a ANJE vai realizar uma Sessão Informativa – InfoDay - no dia 17 de Junho, às 10h00, nas suas instalações em Faro.
Esta InfoDay dirige-se especialmente aos jovens que estão interessados em participar no projecto e reúnem os critérios para tal.
Mais informações e a ficha de inscrição estão disponíveis na página oficial do evento no site da ANJE:
http://www.anje.pt/portal/anje-sessao-informativa-projeto-caburera


Critérios de selecção:
a) Trabalhadores da área social (remunerados e com experiencia em voluntariado) que trabalhem em ONGs ou entidades públicas locais ou regionais que operam no domínio da juventude;
b) Faixa etária dos 25-35;
c) Oriundos de regiões elegíveis ENPI (European Neighbourhood and Partnership Instrument), que em Portugal corresponde à região do Algarve;
d) Habilitações mínimas Bacharelato e mínimo de 2 anos de experiência no campo da juventude;
e) Fluência em Inglês;
f) Atitude adequada ao trabalho em ambiente intercultural.

Os participantes recebem uma bolsa para as despesas e o projecto inclui ainda um seguro para cada jovem em mobilidade, bem como o reconhecimento de competências e certificação como mentor/tutor.

Agradecemos divulgação desta Call for Participants e disponibilizamos os contactos da ANJE para manifestações de interesse e esclarecimento de eventuais questões:
Associação Nacional de Jovens Empresários
Rua Monsenhor Henrique Ferreira da Silva, 9
8005-137 Faro
m. +351 912 898 800
t. +351 289 862 902
e. anjealgarve@anje.pt

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Acordo de cooperação entre o IEFP, o Montepio Geral – Associação Mutualista e a Caixa Económica Montepio Geral



IEFP, Montepio Geral – Associação Mutualista e Caixa Económica Montepio Geral celebram, dia 4 de junho, um acordo com o objetivo de melhorar a informação e formação financeiras dos desempregados enquadrados nas medidas ativas de emprego e de formação profissional.
No âmbito deste acordo promover-se-á:
   - a utilização intensiva do Portal de Educação Financeira do Montepio – Ei, por formandos, formadores, utentes e técnicos da rede de centros do IEFP;
  -  a realização de Estágios Emprego no Montepio Geral - Associação Mutualista e na Caixa Económica Montepio Geral;
  -  o desenvolvimento da componente de formação prática em contexto de trabalho de ações promovidas pelo IEFP no Montepio Geral - Associação Mutualista e na Caixa Económica Montepio Geral.
Este Acordo de cooperação insere-se no Plano Nacional de Formação Financeira 2011-2015, que assenta em cinco grandes objetivos, designadamente melhorar conhecimentos e atitudes financeiras, apoiar a inclusão financeira, desenvolver hábitos de poupança, promover o recurso responsável ao crédito e criar hábitos de precaução.
Fim do texto

Centros de Emprego e Formação Profissional do IEFP constituem-se como IT Academy


O IEFP e a Microsoft Portugal firmaram, no dia 28 de maio, uma parceria que visa criar nos 30 Centros de Emprego e Formação Profissional novas soluções para a qualificação de jovens e adultos, que permitam obter uma certificação reconhecida internacionalmente e sejam geradoras de oportunidades de emprego no âmbito da economia digital.

O IEFP pretende com o estabelecimento de parcerias com empresas tecnológicas de referência mundial, como é o caso  da Microsoft Portugal, gerar sinergias que favoreçam uma resposta mais adequada às exigências das pessoas e das organizações, partilhando o conhecimento especializado em TIC e potenciando uma maior eficácia e eficiência nas trajetórias de aprendizagem ao longo da vida.

A cerimónia de assinatura deste Acordo de Cooperação decorreu no quadro da apresentação pública do projeto Ativar Portugal, uma microiniciativa na área do emprego, formação, requalificação e certificação tecnológica, que resulta do compromisso e trabalho conjuntos da Microsoft Portugal e das empresas parceiras.

Esta cerimónia contou com a presença dos Ministros da Economia, Dr. Pires de Lima, e da Solidariedade, Emprego e Segurança Social, Dr. Mota Soares, dos Secretários de Estado da Inovação, Investimento e Competitividade, Dr. Pedro Gonçalves, e do Emprego, Dr. Octávio Oliveira, bem como dos Presidente e Vice-Presidente do Conselho Diretivo do IEFP, Dr. Jorge Gaspar e Dr. Félix Esménio, e do Diretor-Geral da Microsoft Portugal, Dr. João Couto.

No decurso deste evento teve lugar um debate moderado pelo jornalista Nicolau Santos, Diretor-adjunto do Expresso.